Pesquisar este blog

sábado, 31 de outubro de 2015

Halloween:Da simplicidade bretã à complicação americana

A origem do Halloween remonta aos tempos da Idade do Bronze,e tem muito pouco 'glamour',se comparado com as realidades britânica e norte americana atuais.É mais antiga que a fundação de seu país de origem,a Inglaterra,e muito mais antiga que os EUA.Mas,apesar disso,sofreu diversas modificações.Por quê?A festa que deu origem ao Halloween é o Sahmain,uma espécie de 'Revelión' da cultura celta.Etimologicamente,vem do irlandês antigo samuin ou samfuin,querendo dizer Sam(summer) e fuin(end),ou seja, FIM DE VERÃO.

Os celtas não eram um povo,nem uma raça,mas um conjunto de civilizações que partilhavam a mesma língua e cultura. Provavelmente surgiram no sul da Alemanha atual,através da cultura Urnfield,por volta de 1200 a.C.Depois migraram para a Gália Transalpina(França atual),com a cultura Hallstatt,cerca de 700 a.C.E,por fim,a cultura La Tène,na Bretanha(atual Inglaterra,Escócia e País de Gales) e Normandia atual,na França em 500 a.C.Não possuíam escrita,como aliás todos os povos germânicos,então tudo que sabemos deles nos foi contado por cronistas gregos e romanos. Eram pagãos,como aliás todos os povos indo-europeus que habitavam o vale do Reno.Os romanos tentaram fazer uma miscelânia com a cultura celta,mas como esperado,saiu tudo confuso.Júlio César chamava Lug de Mercúrio,Ogmios de Marte e Taranis de Júpiter.Isso foi algo perfeitamente estúpido.Lug nunca foi deus do comércio,nem Ogmios deus da guerra ou Taranis o chefe de outros deuses. As concepções mitológicas celtas estavam mais próximas das concepções cristãs do que os paganismos helênico e latino.Por isso a adaptação para os EUA,a partir da Inglaterra, foi tão fácil.

Os celtas,como aliás cada povo da antiguidade,tinham seu próprio calendário.O ano iniciava com a festa do IMBOLC. Esta era uma espécie de 'festa de fertilidade das ovelhas',onde muitas pessoas ofereciam leite de ovelha para a deusa Brigite,na forma de um carvalho(derramando na raiz da árvore).Era cerca de 1º de abril,e marcava o inicio da primavera(hemisfério norte). Depois vinha a festa de BELTAINE,em honra ao deus Belenos,onde se celebrava o caráter sagrado do carvalho.Era feita por volta de 1º de maio. Depois,por volta de 1º de agosto,era feito a festa LUGHNASA,ou festa do deus Lug. Colocava-se um jovem para lutar com um alto membro da tribo para provar sua 'macheza'(sexismo puro!). E,por último,vinha o ANO NOVO CELTA ou SAMHAIN. Era feito na noite de 31 de outubro para 1º de novembro.Os celtas acreditavam tratar-se de uma noite mágica,em que jovens se uniam em sexo com cisnes,que assumiam a forma humana para isso.Esta festa era pra marcar a celebração do casamento de dois deuses,e muitas coisas ocorriam.

Como se vê,eram festas simples de povos simples,somente com marcação de estações do ano.A marcação de datas para colheitas era importante para vários povos na antiguidade.Como o relógio,um instrumento ítalo-suíço,levaria ainda séculos para ser inventado,era esse o recurso que vários povos tinham.

Com a chegada dos romanos no século I a.C.,vários celtas foram empurrados para o norte e o oeste.Passaram a habitar Gales do Norte(Escócia atual) e Gales do Sul(País de Gales atual). Os druidas,como chefes religiosos celtas,presidiam a maioria das festas.Os druidas eram completamente diferentes de histórias como 'Rei Arthur'.Eram de características selvagens,podiam ou não ter barbas longas,e nada se pareciam com as historinhas de Merlin.

Na entrada dos séculos VI,VII e VIII, os bretões e romanos da Ilha foram sendo cada vez mais empurrados pelas invasões de povos germânicos da Escandinávia:Jutos,Anglos e Saxões.A partir do século VI começaram a formar o que os medievalistas chamam de Heptarquia Juto-anglo-saxônica.Os jutos formaram o reino de Kent,ao sul.Os saxões,também no sul,formaram os reinos de Essex,Sussex e Wessex. Os anglos formaram,no centro e nordeste da ilha,os reinos de East-Anglia, Northumbria,Bernícia e Deira. Depois os dois últimos formaram o reino da Mércia.A unidade desses reinos nunca foi efetiva.A partir dessa época,a antiga Bretanha passou a se chamar INGLATERRA ou TERRA DOS ANGLOS.

Passando pelas invasões normandas no século XI,até a partida do navio Mayflower em 1620,essas ideias meio bretãs,meio cristãs,chegaram na Nova Inglaterra.No estado de Maryland começaram a ser feitos festas. Desde 1745 o termo Halloween passou a ser usado,pois uniram as datas de dia dos mortos(2 de novembro) com véspera de todos os santos(1º de novembro).E isso tudo,unido ao SAHMAIN,ficou uma salada cultural notável.O nome Halloween então nasceu,do escocês 'Hallo-Hellu'(véspera de todos os santos). As histórias de abóboras,'doces ou travessuras',vieram das adaptações culturais,mas o início era bem diferente.

Mapa das conquistas celtas na Antiguidade.

As lendas célticas exaltam as transformações de cisnes nas noites de 31 de outubro.

PS:.Antes que me esqueça,para não haver erros:STONEHENGE NADA TEM A VER COM POVOS CELTAS!!!

terça-feira, 22 de setembro de 2015

O Extremo Oriente de Marco Polo


Muitos estudantes do meu tempo lembram da figura de Marco Polo(hoje é raro estudar isso),famoso aventureiro veneziano que atravessou a pé,com o pai e o tio,a Ásia para ir até a China,nos tempos do governante mongol Kublai Khan. Um livro famoso chamado "Marco Polo,o livro das maravilhas" foi escrito. Tem bem mais fantasias que realidades,mas o contexto é real.

A viagem do veneziano foi árdua,com muitos perigos no caminho.A caminhada iniciou em 1271 e,chegando lá,Marco não quis mais voltar.Marco Polo ficou na China mongol por 24 anos,tendo partido com 17 anos de idade.A viagem,embora difícil,revelou um mundo cheio de terras misteriosas, mistérios que Marco veria outros ainda maiores.
Terras iranianas,com suas fontes termais.
Mas um detalhe precisa ser esclarecido aqui. Marco Polo foi,de fato, o primeiro europeu a pisar na China?Não!O Primeiro europeu a pisar na China foi um mercador judeu chamado Jacob d'Ancona.Ele esteve na China entre 1270 e 1273,na cidade de Zaitun,no domínio da dinastia Song.De lá,ele presenciou o ataque das forças de Kublai Khan contra os Song.De volta à Itália,ele escreveu um livro,com cerca de 400 páginas,chamado "Cidade da Luz".Este livro possui relatos bem mais precisos que o do veneziano.

As interpretações deturpadas do Oriente partem,quase sempre,de relatos ocidentais.Escritores ocidentais chegaram a afirmar,sem nenhuma prova,que a Muralha da China podia ser vista da lua.O problema é que a muralha não é uma só estrutura,mas muitas.Desde a dinastia Quin até a Ming houve vários 'remendos' na muralha.Somente os mongóis não colaboraram para sua construção.
Cordilheira do Hindu Kush,entre o Afeganistão e a Índia,por onde Marco passou.
Ao retornar à Veneza,Marco envolveu-se em batalhas contra os genovezes,onde foi capturado e preso. Marco ficou preso no Palácio de San Giorgio,em Gênova. Nesse período foi que conheceu um companheiro de cela da cidade de Pisa,chamado Rustichello,o qual escreveu a Biografia das viagens de Marco.Este era o "Livro das Maravilhas". Esta biografia de viagem,mesmo um tanto fantasiosa,inspirou outro aventureiro italiano,desta vez um genovês,a explorar o mar quase 200 anos depois,para descobrir o Oriente descrito por Marco. Era Cristóvão Colombo. Estava nascendo a Era Moderna.
Palácio San Giorgio,local da prisão de Marco Polo.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Como ocorre o 'efeito queda livre' na montanha russa?

Arquimedes já dizia:"Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio,e eu moverei o mundo." Será que já pensamos em quais forças agem em circunstâncias diferentes,como a diferença entre estar apoiado ao chão,ou estar caindo?Na 1ª situação a pessoa se sente segura, e na segunda se sente solta no espaço.

Comparemos as situações do ponto de vista da mecânica newtoniana.Uma pessoa em pé no chão tem duas interações:A interação gravitacional com a terra e a força de compressão trocada com o chão.Portanto há duas forças,a 1ª seria a força peso,e a 2ª a força normal.

Em um corpo em queda livre,a única força aplicada é o peso.

O que proporciona a segurança e equilíbrio é a força de compressão trocada com o apoio,ou seja,a normal.Se essa força desaparece,temos a sensação de queda livre.

Esse é o recurso utilizado numa montanha russa para assustar as pessoas. A rampa maior da montanha russa,aquela que nos deixa apavorados,tem o formato exatamente calculado para que a força normal(nesse local)seja nula. Isso provoca a sensação de queda livre,e por isso ficamos com medo.

Para conseguir esse efeito,há um trecho da rampa que o formato do trilho é exatamente igual à trajetória do carrinho em queda livre.Nesse trecho,não há interação entre o carrinho e o trilho,nem entre o carrinho e o passageiro.Tudo se passa como se o movimento fosse em queda livre.

No final da rampa, o trilho entra em ação novamente e a sensação de queda livre desaparece. Aí ocorre o contrário:para fazer a curva para cima,é necessária uma força de compressão muito grande.Temos então a sensação de sermos esmagados contra o assento.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Por que somente Tiradentes foi executado?

Em tempos de processos judiciais de 'mensalão' e 'petrolão', devemos sempre fiscalizar tais processos,para não haver impunidades ou injustiças.Em um livro sobre a inconfidência mineira,do historiador britânico Kenneth Maxwell,chamado A Devassa da devassa,o processo inconfidente é desvendado minuciosamente.É explicado como um processo judicial ibérico,corrompido desde o seu início.

No julgamento dos crimes dos inconfidentes,a despeito de seus amplos poderes,os juízes tinham pouco espaço para manobra.Antes que deixassem Portugal,a culpa dos prisioneiros já estava predeterminada,e estabelecida as linhas gerais da sentença.Além disso,a 15 de outubro de 1790,uma carta régia secreta foi emitida,recomendando a Coutinho,governador de Minas Gerais,'clemência' para todos os envolvidos no processo inconfidente.Tudo isso exceto aqueles que,além de frequentar as reuniões,haviam tentado disseminá-la pelo país.

A carta régia emitida visava claramente,e somente,o alferes* Joaquim José da Silva Xavier.Tiradentes não pertencia a aristocracia local,não era influente,não tinha grandes ligações familiares,sempre passara a vida à sombra dos ricos.Ao contrário de Cláudio Manuel da Costa e Alvarenga Peixoto,não tinha fama além das fronteiras nacionais.Parece que ignorava os objetivos amplos do movimento,tinha metas imediatas e lusófobas. Inconfidentes importantes o evitavam.

Tiradentes era conhecido em Minas e no Rio, devido às suas habilidades odontológicas e de cuidar de enfermos. Autoridades lusitanas é que deram à ele a alcunha de 'Tiradentes'.

A leitura da sentença,a 18 de abril de 1792,na sala do tribunal,teve duração de 18 horas,das 8:00 horas até às 02:00 horas do dia 19 de abril.Tiradentes foi sentenciado à forca,sua casa em Vila Rica(atual Ouro Preto)deveria ser destruída e o solo salgado.Freira de Andrade, Álvares Maciel, Alvarenga Peixoto, Oliveira Lopes e Luís Vaz deviam,também,ser enforcados.Então foi vista a cena mais 'tragicômica' possível: Todos os prisioneiros começaram a pedir perdão uns aos outros. Depois,como fora planejada,foi lida a 'carta de clemência' da rainha Maria I,que mudou completamente a situação.Todas as sentenças,salvo a de Tiradentes,foram transformadas em banimento.

Então,no dia marcado,vinha o carcereiro,acompanhado do carrasco à sala do oratório.O algoz lembrava ao condenado a dura obrigação em que se achava,declarando-se constrangido pela lei.Pedia-lhe perdão,em nome de Deus e da Virgem Maria.Conta-se que Tiradentes,ouvindo tais palavras,perdoou-lhe,beijou-lhe as mãos e pés,em gesto de humildade cristã.Por isso que esculpem Tiradentes semelhante a Cristo.Assim,em 21 de abril de 1792,escoltado pela cavalaria do Vice-Rei,ao redor das 11 da manhã,e sob o rigor do sol,o 'bode expiatório' da rainha foi executado.

*Alferes era uma espécie de cadete,ou tenente aspirante do exército.

domingo, 11 de janeiro de 2015

Vlad III Draculea. Mais que um conto medieval

O filme 'Drácula-A História Desconhecida' foi para os cinemas,como sempre,recheado de fantasias históricas irreais. Mas,pelo menos,serviu à diversão da população.

A história,como a ficção de Bram Stoker,começa na cidade de Sighisoara,no principado da Transilvânia.Ali,em dezembro de 1431,nasceu Vlad III.Mais tarde,devido ao ingresso de seu pai,Vlad II,na Ordem do Dragão,recebeu o apelido de Draculea(em moldávio antigo significa 'O Filho do Dragão').Governou a Valáquia,sua terra(nasceu na Transilvânia porque nasceu no exílio)em 1447-48, 1456-62 e 1476,quando morreu.Nesse período recebeu o apelido de Vlad Tsepesh,ou Vlad Empalador.Este apelido vinha do modo peculiar de execução de suas vítimas:o empalamento. As vítimas eram amarradas em estacas não muito afiadas e cobertas com óleo.Em seguida eram introduzidas em seus corpos,na boca,ânus ou estômago,e eram puxadas por cavalos até saírem pela boca.Certa vez empalou cerca de 20.000 mercadores em Brazov,cujas estacas foram preparadas para isso. Há contos sobre o cálice de ouro,que o príncipe colocou no centro de Bucareste para população beber água. O medo era tanto que o cálice nunca foi roubado.

A Romênia,como a conhecemos hoje,não existia em períodos medievais.Só nasceu em fins do século XIX.Nos séculos XIV e XV existiam três principados:Valáquia,Moldávia e Transilvânia.O chefe de um principado desses era o Voivoda(espécie de Grão-Duque), que era eleito pelos boiardos,como eram chamados os nobres do leste europeu.A sucessão não era hereditária,mas eletiva.Isto causava alta corrupção em meio nobre. Vlad III era o voivoda da Valáquia,e devia votos de vassalagem ao rei da Hungria.Mas a Valáquia era um território duvidoso,pois ora prestava juramento a Hungria,ora ao Império Turco.Disto que o filme,e a história,tratam.

A História de Vlad III está intimamente relacionada com a resistência anti-turca, e a Queda de Constantinopla em 1453.Os turcos vieram da fronteira da China(terra do Turquestão)marchando até o Oriente Médio,e daí para a Europa Balcânica.Portanto,turcos são parentes de chineses,não de árabes.Nunca existiu nenhum 'Conde Drácula',pois este título só existia na Europa Ocidental.Os nobres do leste europeu, em geral, eram conhecidos como boiardos. O máximo que existia era o 'Voivoda Vlad'.O termo 'Drácula' ou 'Draculea',era apelido.

Em 1476 Vlad III morre na batalha contra os turcos. Dizem que o Sultão Mohamed II levou sua cabeça para o palácio de Constantinopla,mas não há nada certo.Em 1931 pesquisadores vasculharam a tumba de Vlad,o Empalador.Encontraram apenas ossos de animais.A lenda vampiresca foi espalhada por russos e turcos,até chegar ao livro de Bram Stoker,em fins do século XIX.Na atual Romênia Vlad é lembrado como salvador de seu país.E muitos rezam pelo seu retorno. Bjosss da fada dos cálculos.

Pintura do rosto de Vlad III

Castelo de Vlad

Sala de Estar do castelo

Castelo do rei Matias Corvino,rei da Hungria e senhor feudal de Vlad. Neste castelo Vlad ficou preso por vários anos,saindo da prisão casado com a irmã do rei.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Êxodus: Acertos Históricos e erros bíblicos

Recentemente fui ao cinema ver um clássico de Ridley Scott,chamado Êxodus. Com um diretor de renome assim,espera-se uma grande pesquisa histórica. Scott dirigiu 'Gladiador','Cruzada' e '1492-A Conquista do Paraíso'.Todos esses fazem parte da minha coleção. Mas ocorre que,atualmente,há um grande questionamento por detalhes da bíblia no meio acadêmico. Tudo isso ocorre,mais com finalidade de rebater uma religião supostamente hipócrita, do que busca científica de forma desinteressada.

Atualmente há uma série de revistas históricas,como 'Aventuras na História' da Editora Abril ou 'História Viva' da Editora Segmento(antiga Duetto) falando sobre esse tema,devido a produção do filme de Scott. Eu sou fã de ambas as revistas,mas vasculho fontes arqueológicas também.

Existem dois tipos de provas,quando se diz respeito às descobertas arqueológicas e notas para documentos históricos: A prova documental,mas pra isso é necessário ter o documento antigo(que é bastante frágil)e comprovar sua data através de detalhes lógicos,como escritos que 'encaixam' em certas épocas. Passando por esse teste,vem a comprovação físico-química: Existe um isótopo do Carbono(um tipo diferente de carbono)chamado Carbono-14,que se 'parte ao meio' a cada 5.600 anos,aproximadamente. Sendo assim,você submete ele(o documento)à prova do exame do carbono,e isso dará em 'quantas partidas' ele deu.Tudo isso é feito antes de colocar um dado em nossos livros de História.Abaixo podemos ver como funciona essa datação

Neste filme 'Êxodus',muitas realidades são levadas em conta pelos produtores,como o não haver prova histórica sobre o fato de como os hebreus foram parar no Egito,somente provas bíblicas. A bíblia não é um livro histórico,por isso não relata os fatos com detalhes.Verifica-se isso quando a filha de Jacó somente vem a ser mencionada na bíblia por causa do seu estupro,pois para o oriente antigo a mulher não tinha validade histórica,sendo mencionada somente como justificativa para 'ocorridas extraordinárias'.

Durante o filme verifica-se erros históricos, como colocar a Batalha de Kadesh com o faraó Set I ainda vivo,mas há bem poucos. Parece que chegamos a uma época em que a ciência arqueológica não mais está a serviço da bíblia. Mas há detalhes errôneos por lógica histórica,e até mesmo bíblica.Colocar Moisés como uma espécie de mistura de William Wallace,o 'Coração Valente da Escócia' com 'Guilherme Tell,o arqueiro suíço medieval' é erro tanto histórico como bíblico.

Mas o filme é fantástico,vale a pena ver. Mas sempre que vemos um filme ou documentário,e queremos nos aprofundar,devemos em seguida corrermos à leitura de muitas fontes.Bjosss da fada dos cálculos.